UMA VISÃO ECOPEDAGÓGICA


Conheça uma das mais belas árvores da Amazônia 

A  Amazônia é o tema em pauta na atualidade. 

Temos informações reais sobre o chamado pulmão do mundo.

 Você é convidado a visitar este espaço. 

 

Esta tem mais de seis metros de diâmetro e mais de trinta de altura 

Observe a copa desta árvore e sua dimensão.

Quer mais, então veja a copa desta com a aproximação da câmara e a dimensão de seu tronco.

Em homenagem ao químico francês - Claude Louis Berthollet, a castanheira recebeu o nome  de - Bertholletia excelsa. Ela é da família Lecythidaceae. No entanto, esta árvore é uma planta nativa na Amazônia. É possível encontrá-la nos países vizinhos como as Guianas, Suriname, Colômbia, Venezuela, Perú e Bolívia e muito fortimente na amazônia brasileira, região Norte do Brasil, nos Estados do Acre, Amapá, Amazonas, Pará e Rondônia se estendendo aos Estados do Mato Grosso e Maranhão.

A castanheira, popularmente conhecida como Castanha do Pará, pode viver mais de 500 anos, chega a atingir 30 a 50 metros de altura. Apesar da exploração de forma inconsciente, desonsiderando seu valor para a meio ambiente, bem como, para os humanos e animais, atualmente podemos encontrá-la ainda em maior escala na Bolívia, Suriname e no Estado do Acre - Brasil. Porém ainda existem muitas árvores, principalmente em Rondônia, a exemplo, estas árvores que eu estou apresentando nas fotos. Ambas possuem de 30 a 40 metros de altura e a última tem 6 metros de diâmetros.

Outro fator indispensável neste momento é a informação do valor nutritivo de seu fruto, com alto teor calórico e proteico, há quem diga que ela pode prevenir o organismo humano contra o câncer.

 


JATOBÁ: RIQUEZA DA AMAZÔNIA

 

   

 Vejam que maravilha, uma ávore tão grande que não foi possível garantir a foto em toda a sua extensão. Estamos vendo primeiramente a copa, ou seja, a parte superior da planta.

 

    

 Neste caso estamos vendo abaixo da copa. Devido a muitos cipós na extensão da enorme árvore não foi possível garantir uma melhor imagem. 

   

 Aqui temos a formação inicial do tronco, com uma dimenção surpreendente e nenhum sinal de ferimento, o jatobá está intacto e revela o grande poder da natureza Amazônica.

 

    Por fim, eu não poderia deixar de dizer o quanto é importante percebermos estes mínimos detalhes. Outro fator que devemos considerar é o número de anos que esta planta demorou para sua formação, bem com, o poder de colaboração com o meio e ainda, além destas poucas dicas, podemos ter a certeza que esta mesma árvore produz alimento para humanos e animais.

    Vamos olhar com mais carinho para nossa Amazônia que além do Brasil, abrange outros países da nossa fronteira.

Tio Toninho.


Você gosta de uma paisagem assim?

E o movimento de uma água assim?

Se preferir, também encontrarás uma praia com vejetação ao redor.

 


Veja paisagem em Rondônia. 

É importante lembrar que apesar de ainda existir muita mata no Estado, temos um espaço enorme derrubado, dentre estes espaços encontramos na zona rural pastagem e agricultura e um urbanismo em desenvolvimento. 


Rio Paraíso, você verá várias fotos dele na página. Este é um dos pequenos rios afluente do Rio Machado que deságua no Rio Madeira e ambos vão para o Rio Amazonas.


Coisas que só o Brasil têm com grande potencial

Rio Machado, segundo maior rio de Rondônia. Ele é um dos afluentes do Rio Madeira que caminha em direção ao Rio Amazonas no Território brasileiro.



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!